qui. jun 27th, 2019

Mulher que conversou com atirador minutos antes da chacina na Catedral de Campinas será ouvida

Uma mulher conversou com o atirador minutos antes do atentado que deixou seis pessoas mortas, na última terça-feira (11), na Cadetral em Campinas. Euler Fernando Grandolpho de 49 anos abriu fogo contra as vítimas depois se matou. Entre 10 e 15 minutos antes do atentado Euler estava nas proximidades da Catedral e falou com a mulher. A Polícia Civil agora quer saber o teor da conversa. A mulher já foi identificada e deve depor nesta terça-feira (18) Segundo o delegado Hamilton Caviolla Filho do 1°Distrito Policial de Campinas, a mulher trabalha em um camelódromo e lá teria prestado serviço ao atirador (EULER). No decorrer das investigação a polícia encontrou o cartão da mulher na mochila que Euler carregava no dia do atentado. A Polícia também esta apurando qual a relação entre a mulher e Euler. Segundo o pai de EULER confirmou que o filho estava depressivo e que havia sido sugerido tratamento, mas o filho sempre se esquivava das abordagens, segundo parentes EULER mudou o comportamento logo após a morte de sua mãe.

Direto da Redação
TV HORTOLÂNDIA
CANAL OITO CAMPINAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: