seg. maio 27th, 2019

Professor de projeto social é morto no Complexo do Alemão

21/08/2012 - Teleférico do Alemão já transportou 3 milhões de passageiros desde a inauguração em julho de 2011. Foto Marcelo Horn

Um professor de jiu-jitsu foi morto na tarde da última terça-feira (14), com um tiro na cabeça durante um tiroteio que ocorreu no Complexo do Alemão. Jean Rodrigues da Silva Aldrovande, mestre na escola Maneco Team, acabou sendo baleado. Um rapaz que frequenta a academia e estava perto de Jean ficou ferido na perna e levado para um hospital público. 

De acordo com moradores, policiais militares teriam entrado na comunidade atirando e um tiro atingiu o atleta na cabeça. Após a morte de Jean, moradores fecharam a Estrada Adhemar Bebianno e atearam fogo em madeiras e pneus.

A vítima era professor de artes marciais de um projeto social na comunidade e estava se preparando para atuar em várias competições. O projeto social no Complexo do Alemão é custeado pelo Ministério do Esporte e Jean ganhava R$ 950 por mês.

Segundo o Jornal Voz das Comunidades, Jean iria participar de uma competição de jiu-jitsu em Juiz de Fora (MG), de disputar o torneio do Sesi e um campeonato brasileiro neste mês.

De acordo com moradores, Jean estava focado nos treinos e caminhava em direção a escola de artes marciais quando foi baleado com um tiro na cabeça e morreu na hora. No documento disponibilizado, a PM não informa se houve alguma ação na comunidade em que houve troca de tiros envolvendo militares e traficantes de drogas.

Da Redação
Canal Oito Campinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: