seg. maio 27th, 2019

Segundo Guedes, Política do reajuste depende da reforma

O ministro da Economia, Paulo Guedes, durante audiência pública na Comissão Mista de Orçamento. Guedes fala sobre o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO) 2020. Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A política de reajuste do salário mínimo só será definida perto do fim do ano e depende do avanço das reformas estruturais, principalmente a da Previdência, afirmou na última terça-feira(14), o ministro da Economia, Paulo Guedes. Em audiência na Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso, ele esclareceu que o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020 apenas faz estimativas da correção pela inflação, sem estabelecer uma política definitiva sobre o tema.

Segundo o ministro, o governo pode até conceder reajustes reais caso as reformas sejam aprovadas, e a economia volte a crescer com mais vigor.

Atualmente, o salário mínimo está em R$ 998. A proposta de LDO enviada ao Congresso prevê um salário mínimo de R$ 1.040 em 2020, R$ 1.082 em 2021, sempre seguindo as expectativas de variação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor, que mede a inflação para as famílias de menor renda.

Da Redação
Canal Oito Campinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: